Últimas Notícias

Polícia Civil desarticula quadrilha de roubo a residências na Grande São Luís


Operação da Polícia Civil prendeu 10 suspeitos de integrar organização criminosa na prática de assaltos a residências na Região Metropolitana de São Luís. As ações repressivas e de prevenção a estes casos integram o plano de trabalho da Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC) com apoio de outras unidades da Segurança Pública. Paralelamente, a superintendência executa uma série de operações de contenção de outros crimes, como tráfico de drogas e assaltos.

Neste período de pandemia foi observada a incidência de alguns tipos de criminalidade e, a partir daí, organizado um planejamento de trabalho com foco no controle e prevenção dos casos, explica o titular da SPCC, delegado Carlos Alessandro Rodrigues. “Há bairros como menor movimentação de pessoas e baixo fluxo de veículos que acabam sendo alvo dos criminosos e estas áreas foram mapeadas como prioridade da operação. Além deste trabalho, a SPCC desenvolve operações direcionadas”, pontuou.

O plano de trabalho é desenvolvido por equipe treinada e capacitada e conta com um banco de dados com informações de suspeitos, além de técnicas investigativas específicas nessa modalidade de crime, incluindo ações de inteligência. “Com as ações de rotina e direcionadas, percebemos uma retração dos casos, resultado de um processo investigativo e de inteligência”, ressalta o delegado Carlos Alessandro Rodrigues.

A operação se concentrou nos bairros Miritiua e Bela Vista, mas é realizada em toda Região Metropolitana de São Luís, priorizando pontos de maior incidência.

Operações contra o crime

No primeiro semestre deste ano, a SPCC registrou 232 prisões, fruto de uma série de operações para prevenir crimes. Em operação denominada Leste Seguro, foram presos oito suspeitos de praticar diversos crimes na área. O trabalho teve apoio do Comando Operacional de Área Metropolitano 2 (CPAM 2). Ação realizada na segunda quinzena de junho resultou na prisão de 44 pessoas, apontadas por ações criminosas na Grande Ilha. A SPCC conta com um canal via whatsapp – (98) 98418.5661 – para denúncias, mantendo do sigilo da fonte.

Outras ações

Além do trabalho coercitivo e preventivo, a SPCC desenvolve uma série de iniciativas de sensibilização e orientação à sociedade. A operação Resgate, coordenada pela Delegacia de Costumes e Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS-AD), prestou atendimento a dependentes químicos e moradores de rua, oferecendo tratamento e exames (glicemia, HIV, sífilis, hepatite, aferição de pressão arterial).

A SPCC participou, ainda, de campanhas de conscientização sobre a pandemia do novo coronavírus e outras de referência, promovidas por meio da Delegacia do Consumidor (Decon) em empresas, farmácias e postos de combustível. “O objetivo desta iniciativa foi combater o aumento indevido de preço dos produtos. Tivemos várias empresas autuadas e notificadas”, reitera o delegado Carlos Alessandro Rodrigues.

                Fonte: portalguara.com

Nenhum comentário

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão