Últimas Notícias

Ex-ministro maranhense indicado por Sarney é preso pela Polícia Federal

Natural de Barra do Corda, Silas Rondeau (foto abaixo) ocupou o Ministério de Minas e Energia durante um bom período do governo de Lula da Silva por indicação do então senador José Sarney, à época presidente do Congresso Nacional. Rondeu teve prisão temporária decretada pelo Juiz Marcelo Bretas, da Justiça Federal do Rio de Janeiro.


O maranhense já foi alvo de outra operação, mas sofreu apenas busca e apreensão em sua residência. Nesta, Silas é acusado de ter participação na fraude contra a Eletronuclear, empresa ligada ao Ministério de Minas e Energia. Com ele, um ex-deputado federal ,vários empresários e ex-executivos da estatal, todos ligados ao MDB.

Eles tiveram bens sequestrados até o valor de R$ 207 milhões, além da prisão preventiva por cinco dias e busca e apreensão. Silas Rondeau reside atualmente em Brasília.

A operação que investiga a participação dos acusados da fraude, aconteceu na manhã desta quinta-feira na capital federal, Rio de Janeiro, e São Paulo.

O crime foi apontado nas análises de contratos fraudulentos que resultaram em pagamentos de propinas para o pessoal envolvido no recebimento. “Os recursos eram desviados por meio de subcontratação fictícia de empresas de serviços e offshores, que por sua vez distribuíam os valores entre os investigados”, diz nota distribuída pelo Ministério Público Federal..

                Fonte: Blog Luis Cardoso

Nenhum comentário

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão