GT de Migração das Parabólicas se reunirá para definir escolha de receptores

Imagem ilustrativa

O Grupo de Trabalho de Migração das Parabólicas, destinado à área técnica das emissoras interessadas na migração para a banda Ku, se reunirá na próxima quarta (23) para definir as especificações técnicas dos receptores que serão distribuídos às famílias inscritas no Cadastro Único do Governo Federal e dependem de parabólica para ver TV aberta.

"No dia 23 teremos reunião sobre a escolha dos kits, que apontarão somente para o D2. Já está certo que os receptores serão compatíveis com o sistema SAT HD Regional", relatou uma fonte que faz parte do grupo.

O que não está decidido ainda é se a Globo, SBT e as demais emissoras seguirão transmitindo em DVB-S2 e H264 para preservar os receptores SAT HD Regional existentes no Brasil.

A tendência, contudo, é que os receptores já venham equipados com o sistema DVB-S2X e compressão de vídeo H265, para as emissoras que desejam adotar o novo padrão, com a finalidade de obter maior economia e uso eficiente da banda satelital.

"É quase certo que os receptores (distribuídos às famílias de baixa renda) serão DVB-S2X e H264/265", acrescentou a fonte.

 com informação portalbsd

0 Comentários