Três suspeitos da morte de motorista de aplicativo são presos


       Crédito FOLHA1

Dois homens e uma mulher foram detidos na noite dessa quinta-feira (8) por suspeita de envolvimento na morte do motorista de aplicativo Ítalo Igor da Silva Paes Monteiro, de 37 anos, cujo corpo, com marcas de facadas, foi encontrado no final da manhã, em um açude à margem da BR 356, próximo à localidade de Três Vendas, em Campos. Ítalo estava desaparecido desde a noite de quarta-feira (7). Em coletiva dada na manhã desta sexta-feira (09), a delegada Madeleine Farias, responsável pelas investigações do caso, classificou o latrocínio como "um crime bárbaro cometido por um aparelho celular e R$ 150”. A coletiva foi concedida junto com o delegado titular da 146ª Delegacia de Polícia, de Guarus, Pedro Emílio Braga.

A prisão do casal suspeito de estar envolvido na morte do motorista aconteceu na comunidade da Tira-Gosto e, de acordo com autoridades, os dois pareciam estar sob efeito de entorpecentes. Já o terceiro suspeito foi preso na sua casa, no Parque São Silvestre.

0 Comentários