Corpo de maranhense assinada pelo ex-namorado nos Estados Unidos será cremado

         Direto do ma10

O corpo da maranhense Débortah Evangelista Brandão, morta a facadas pelo ex-companheiro no último domingo (18), na cidade de Phoenixville, no estado da Pensilvânia nos Estados Unidos, será cremado para vir ao Brasil. A família da maranhense de Balsas está pedindo ajuda para o translado do corpo.

De acordo com o primo da vítima Hugo Evangelista, o corpo foi diagnosticado com Covid-19 e deverá ser cremado, o que tornaria o processo menos burocrático, mesmo assim os custos permanecerão alto.

“O traslado para trazer o corpo da minha prima é em torno de cem mil reais, porque ela não possui condições de vir ao Brasil em corpo físico, tendo feito um teste de covid no necrotério e ter testado positivo, não sendo possível assim traze-la”, explica.

Débora, de 34 anos, morava nos Estados Unidos há cerca de cinco anos com os dois filhos. O autor do crime, Danilo Sousa Cavalcante, foi preso pela polícia americana no estado da Virgínia uma hora e meia após o assassinato.

0 Comentários