EM VÍDEO, MECINHO DENUNCIA PERSEGUIÇÃO POLÍTICA EM SÃO JOÃO BATISTA

 

A proibição da carreata pela Justiça, supostamente influenciada por um dos seus opositores, provocou uma reação de indignação no candidato a prefeito de São João Batista, Emerson Lívio Soares Pinto, o Mecinho, do PSC, que demostrou toda a sua revolta em um vídeo que está circulando em suas redes sociais.

No vídeo, Mecinho denuncia aos seus eleitores que tem sido alvo de perseguição política, desde o início de sua campanha.

Segundo o candidato, tentaram, de várias formas, derrubá-lo e fazê-lo desistir da candidatura à prefeitura de São João Batista, perseguindo inclusive sua família , fazendo-o se sentir pessoalmente ofendido e atacado.

Mecinho diz ainda no vídeo que essa verdadeira campanha difamatória que opositores vêm fazendo com ele só se intensificou ao longo dos últimos meses e agora, no finalzinho da campanha eleitoral, conseguiram, na Justiça, barrar sua carreata, que estava programada para este sábado,14.

Mecinho diz ainda que tal situação o deixou triste, mas ao mesmo tempo, essa perseguição deu mais força a ele para continuar seu propósito de se tornar prefeito de São João Batista, pois tem o apoio do povo.

Mecinho, que tem Mayara Pinheiro, do Avante, como candidata a vice-prefeita, concorre pela coligação “Juntos por nossa gente”, formada pelos partidos PSC, Avante, Podemos e Partido Verde. Fonte: Maranhão de Verdade




0 Comentários