Prefeita de Matinha tem duas contas reprovadas e pode ficar inelegível


Por vários casos de irregularidades, a prefeita de Matinha, Linelda Nunes Cunha, teve sua segunda prestação de contas reprovada pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão. Por essa razão, pode ficar inelegível, considerando que saiu uma recente do TCU que aponta os impedidos para este pleito de 2020, podendo sofrer alterações com a exclusão ou entrada de novos ficha suja.

De acordo com o relator do processo Conselheiro Álvaro Ferreira, houve omissão nas transações nos registros contábeis, além de aplicação de práticas contábeis indevidas e deixou de apresentar à Câmara Municipal a proposta orçamentária, bem como a omissão ou negligência na defesa de bens, rendas, direitos ou interesses do município.

A prefeita excedeu o limite estabelecido para a despesa com pessoal do Executivo Municipal. Essa foi mais uma das razões para que o Ministério Público de Contas reprovasse as contas de Linelda Nunes Cunha fossem reprovadas.

0 Comentários