“Ela me manipulou, foi uma lavagem cerebral”, afirma filho adotivo que denunciou Flordelis

     Via Blog do Garrone

247 – O vereador Wagner Andrade Pimenta, conhecido como Misael, disse acreditar que foi manipulado e passou por uma lavagem cerebral na casa da sua mãe afetiva e deputada federal, Flordelis (PSD-RJ). Ele acusou a parlamentar de ter sido responsável por acusar a mãe afetiva Flordelis de ter sido a mandante da morte do pastor Anderson do Carmo, marido dela.

Após a denúncia, ele rompeu com a mãe afetiva e voltou a se aproximar da família biológica.

“Hoje, tenho 42 anos e acredito que ela me manipulou, foi uma lavagem cerebral. Eu tinha 12 anos de idade quando cheguei na casa. Acreditava que estava fazendo o certo, ajudando com as crianças, pegando doações na rua. Me envolvi”, disse ele ao jornal O Globo.

“Eu não percebia que havia essa manipulação. Fui criado tendo uma gratidão por tudo que ela tinha feito por mim. Eu fazia tudo para agradá-la”, acrescentou.

De acordo com o vereador, “quem ficou do lado dela não falou a verdade”. “Foram manipulados. Eu falei o que sabia, entreguei meu celular na delegacia. Ela não contava com isso, que eu me posicionaria dessa forma”, continuou.

0 Comentários