'Reação desproporcional', diz Maia sobre ameaça de Bolsonaro a jornalista

['Reação desproporcional', diz Maia sobre ameaça de Bolsonaro a jornalista]
  Do Metro1

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), classificou a ameaça do presidente Jair Bolsonaro a um repórter como uma "reação desproporcional". No domingo, ao ser perguntado sobre os depósitos de Fabrício Queiroz em conta da primeira-dama, Michelle, Bolsonaro disse ter "vontade" de "encher a boca" do jornalista de "porrada".

"Claro que, muitas vezes, a pergunta que vocês fazem a gente não gosta. É da natureza humana. Mas não cabe uma reação desproporcional como a do presidente. (...) Uma frase como essa, vinda do presidente, gera um impacto negativo internamente e externamente", disse Maia hoje (24), em entrevista à Rádio Gaúcha.

Maia também foi perguntado sobre a prorrogação do pagamento do auxílio emergencial. Ele disse que manter o benefício em R$ 600 é "muito difícil".

"Por isso, eu quero que o governo encaminhe a proposta. Quem defende o teto (de gastos), não pode defender qualquer valor. Mas se a gente quer fazer o debate, temos que estar preparado para cortar despesas em qualquer lugar", afirmou.

0 Comentários