Polícia prende pai e filho suspeitos de serem agiotas e cobrarem até 30% de juros no Maranhão

Dupla faz parte de uma família investigada por ameaçar e até apreender carros e outros bens de devedores em Miranda do Norte.

Operação da polícia prendeu pai e filho suspeitos de realizar agiotagem em Miranda do Norte — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Por G1 MA — São Luís

A Polícia Civil realizou uma operação nesta quarta-feira (22) contra uma família suspeita de agiotagem no Bairro Novo, em Miranda do Norte, a cerca de 140 km de São Luís. O sobrenome da família não foi informado pela polícia.

De acordo com a polícia, os familiares emprestavam dinheiro e cobravam juros de até 30%. Quem não conseguisse pagar era ameaçado e tinha até bens apreendidos, como carros, celulares ou joias. Com base em denúncias, a Justiça determinou a prisão do pai e de dois filhos.

"Certa vez, dois filhos dessa família tentaram invadir uma residência para matar duas mulheres que estariam devendo dinheiro. Como não conseguiram naquele momento, saíram atirando para cima e dizendo que matariam em outro momento", afirmou o delegado Renílton Ferreira.

Como resultado da operação, a polícia conseguiu prender pai e filho, que também são suspeitos de realizarem disparos de arma de fogo em via pública para impor a violência e o 'respeito' diante da comunidade. Um outro filho conseguiu fugir.

Os policiais também apreenderam cerca de R$ 11 mil em espécie, três veículos suspeitos, uma arma de fogo, munições, celulares, cordões, cartões bancários e de benefícios sociais, documentos pessoais, além de cheques de terceiros e anotações de valores de possíveis empréstimos.

0 Comentários