Onze pessoas pagam fiança após prisões por furto de energia


Uma operação da Polícia Civil, denominada Bacatriz, foi realizada nas últimas duas semanas nas cidades de Imperatriz e Bacabal. O objetivo dos trabalhos era combater o furto de energia elétrica.

Foram realizadas inspeções no sistema de medição de energia de diversos imóveis residenciais, além de fazendas, uma fábrica de sapatos, oficinas e um motel. Com o apoio de Peritos do Instituto de Criminalística (ICRIM), foram realizadas perícias que comprovaram o crime de furto de energia, resultando na lavratura de 11 autos de prisão em flagrante. Na ocasião, foram apreendidos transformadores de energia, medidores fraudados, cabos e jumpers.

Os presos foram identificados como Robson de Sousa Silva, Erisvaldo Alves Silva, Melquíades Teixeira Santos Filho, Cléa Madeira Brito, Diego de Melo Moraes, Pedro Bruno Silva Viana, Maurício da Paz Pereira, Dércio Tabosa Mendes, Francisco Elder Medeiros de Oliveira, Selma Maria Ferreira Marinho e Wanderley Barbosa Matos.

Os autuados foram colocados em liberdade, mediante pagamento de fiança, cujos valores variaram entre 1 a 10 salários mínimos. Participaram da operação o Departamento de Defesa de Serviços Delegados (DDSD) e a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC).

0 Comentários