PROFESSOR DE ARTES MARCIAIS E DOIS ALUNOS SÃO PRESOS PELA MORTE DE MENOR DE IDADE ACUSADO DE ROUBAR MOTOCICLETA

Policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) cumpriram na tarde da última quinta-feira, 23, os mandados de prisão preventiva do lutador de MMA Deigrison Batalha Frazão, 28, juntamente com os alunos de Jiu-jitsu, Carlos Freite de Mendonça, 31, e Marcell Tavares de Souza, 29.

Os três são acusados do sequestro e morte do adolescente Cristóvão dos Santos Vasconcelos, 17, na noite do dia 6 de abril deste ano, que foi levado da frente de sua casa no bairro Alvorada 1, Zona Centro-Oeste de Manaus. O menor foi levado do local em um carro de cor escura, como mostram imagens que estão em poder da polícia.

Os mandados de prisão preventiva dos três acusados foram expedidos pelo juiz titular do Plantão Criminal, Alcides Carvalho Vieira Filho.

O então delegado titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros, Juan Valério, presidiu a investigação e concluído inquérito indicando quem seriam os autores do crime.

No inquérito consta que o professor de MMA e que também é professor faixa preta de jiu-jitsu, participou do sequestro do menor e acabou provocando sua morte com um forte golpe conhecido como "mata-leão". O grupo seguiu para a área de mata do bairro do Tarumã, onde enterraram o corpo de Cristóvão.

Uma ossada humana encontrada no início da tarde de ontem, quinta-feira, 23, naquela mesma área de Manaus, se encontra no Instituto Médico Legal. Um exame de DNA que terá o resultado concluído nos próximos dias vai confirmar se os restos mortais são ou não do adolescente assassinado e enterrado na área de mata do Tarumã pelos acusados.

Um quarto acusado, identificado como Levi da Silva Machado, também teve o mandado preventiva expedido e continua sendo procurado pela equipe da DEHS. Ele seria o dono da motocicleta que foi roubada e vendida pelo adolescente, que por esse motivo, foi sequestrado e morto pelo professor de MMA e demais integrantes do grupo.

Os acusados foram encaminhados no começo da tarde de hoje ao Centro de Detenção Provisória Masculino onde vai ficar a disposição da Justiça Estadual.

0 Comentários