Anatel libera Claro para assumir exploração de satélites da Star One

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) autorizou a Claro a deter os direitos de exploração dos satélites da Star One. A decisão foi dada devido a uma reorganização interna do grupo América Móvil e suas marcas internas.

Até então, a Star One era uma subsidiária do Grupo Claro, com 74,12% dos direitos. O restante (25,88%) pertencia à Telmex do Brasil. Agora, a operadora terá 100% das operações do satélite brasileiro.

De acordo com a Anatel, a mudança se trata somente de uma nova organização interna do grupo. Ou seja, não haveria a chegada de mais empresas para o controle da exploração, nem qualquer formação de monopólio.
 
“Não traz nenhum impacto sob o ponto de vista concorrencial e não implica qualquer tipo de concentração de mercado, não havendo razão também para a imposição de qualquer restrição regulatória à aprovação da anuência prévia para a transferência do direito de exploração de satélite da Star One para a Claro.”

Aníbal Diniz
Conselheiro da Anatel
O repasse dos direitos do satélite para a Claro está em andamento desde abril deste ano, quando a Anatel deu o seu aval para a operadora adquirir os direitos na sua totalidade. Na ocasião, o maior obstáculo era a questão burocrática para a permissão ser concedida.

0 Comentários