Reeleição de Flávio Dino deixa de ser a prioridade do PCdoB

Reeleição de Flávio Dino deixa de ser a prioridade do PCdoB

A reeleição do governador Flávio Dino no Maranhão deixou de ser a prioridade do Partido Comunista do Brasil, o PCdoB.

Como, mesmo sentado na máquina, Dino não consegue arrancar e conquistar o favoritismo na disputa pelo Palácio dos Leões em 2018, pontuando em pesquisas de intenção de votos sempre abaixo da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), o comunista foi jogado para escanteio pelos caciques do próprio partido.

Em artigo publicado na quarta-feira 8, a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, revela em detalhes que o chefe do Executivo estadual e o deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP) se posicionaram internamente contra a pré-candidatura da gaúcha Manuela D'Ávila para a Presidência da República pela legenda.

A reclamação de ambos é que, para eles, a prioridade do PCdoB deveria ser a reeleição ao Governo no Maranhão, que é apoiado pelo PT no estado, e não na candidatura de Manuela ao Palácio do Planalto, que afasta os petistas. Essa chateação do governador e do deputado, inclusive, teve a veracidade reforçada pela Revista Fórum, que é ligada à esquerda e repercutiu a informação da colunista da Folha.

A preterição de Flávio Dino, que já havia perdido o prestígio nacional do partido, aponta que nem mesmo o PCdoB tem a confiança de que o comunista pode ser reeleito.

0 Comentários