Em reunião com Temer, vice da Câmara diz que não há votos para reforma da Previdência

Em reunião com Temer, vice da Câmara diz que não há votos para reforma da Previdência

O vice-presidente da Câmara do Deputados, o presidente interino da Casa, Fabio Ramalho (PMDB-MG), esteve em reunião com o presidente Michel Temer nesta segunda-feira (30), em São Paulo, após o presidente receber alta hospitalar, para discutir as pendências da semana no Congresso e a reforma da Previdência Social. 

De acordo com a colunista do portal G1, Andréia Sadi, Ramalho afirmou a Temer que o governo não tem os votos necessários para que a reforma da Previdência seja aprovada na Câmara. É necessário ao menos 308 votos a favor do presidente. "Eu disse ao presidente hoje que o governo não tem votos para a Previdência. Ele disse que sabia disso, mas que queria pelo menos passar a idade mínima", disse Fábio Ramalho.

Ramalho também disse a Temer que, para que a reforma seja aprovada, o governo necessita reagrupar a base aliada e potencializar a comunicação. "Se não fizer isso, não adianta que não vai passar", disse. Fábio Ramalho está ocupando o cargo de presidente interino da Casa, devido a Rodrigo Maia (DEM-RJ) estar em viagem oficial no exterior.

0 Comentários