Aluísio dispara contra Josinha e Josimar de Maranhãozinho: “Zé Doca hoje é administrado por uma organização criminosa”

Blog Marrapá Via blogdokielmartins.com

Em discurso na Câmara Federal na última quinta-feira (22) para parabenizar a posse de três vereadores no município de Zé Doca, o deputado federal Aluísio Mendes (Podemos) acusou a prefeita da cidade, Josinha Cunha (PR), e o irmão dela, deputado estadual Josimar de Maranhãozinho (PR), de instalarem uma organização criminosa para raspar os cofres públicos.

“Município hoje é administrado não por uma gestão municipal, mas por uma organização criminosa, que se estabeleceu naquela cidade e tem oprimido à população de Zé doca”, disparou.

Os vereadores Rogério Rocha (DEM), Professor Marcos Paulo (PT) e Hennio (PSD) ganharam o direito na Justiça de assumiram seus respectivos mandatos e foram empossas. Todos são aliados de Aluísio que se tornou a principal voz de oposição à prefeita de Zé Doca e o seu irmão.

A rivalidade entre o deputado federal e o estadual subiu das indiferenças políticas e briga por território eleitoral na região do oeste maranhense e Alto Turi e foi parar na Justiça. Em junho, Aluísio deu entrada em notícia-crime no Ministério Público Eleitoral visando à instauração de investigação federal contra o deputado Josimar por suposta falsificação de documentos apresentados à Justiça Eleitoral para registro de candidatura nas eleições de 2014.

Presidente do Podemos, Aluísio está de olho no lastro eleitoral do deputa estadual, campeão de votos em 2014 para a Assembleia Legislativa e que em 2018 pretende buscar uma vaga na Câmara Federal. Atacar Maranhãozinho é ganhar, por tabela, a simpatia dos adversários do parlamentar e agregar novos aliados em uma região capaz dar mais de 100 mil votos a um único deputado.

0 Comentários