Acusado de matar cabo dentro de unidade da PM em Paquetá é preso pela polícia


O homem acusado de matar um cabo da Polícia Militar por volta das 10 horas de hoje (11) na cidade de Paquetá, a cerca de 300 km de Teresina, foi preso na tarde de hoje. Segundo o comandante da Polícia do Semiárido, coronel Rodrigues, o acusado foi conduzido para Delegacia de Oeiras. Com ele foi encontrada uma arma da Polícia Militar que pertencia ao policial morto, e mais um revólver calibre 32. 

De acordo com a Polícia Militar, o homem estava sem identidade, mas identificou-se para a polícia como Wagner. O acusado foi preso em um matagal nas proximidades da cidade de Paquetá.

Testemunhas informaram para a polícia que o homem foi avistado em atividade suspeita pelo cabo Daniel Marcos Ferreira da Silva. Ao ser conduzido para o interior do Grupamento da Polícia Militar (GPM) pelo policial, o acusado teria cometido o assassinato. O policial estava sozinho, e o corpo foi encontrado por moradores da vizinhança do local.

0 Comentários