“Lista do Fachin” será mais um obstáculo a ser vencido por José Reinaldo para disputar vaga no Senado



A “Lista do Fachin” chega em momento político especialmente delicado para o deputado federal José Reinaldo Tavares. Pré-candidato ao Senado, projeto que se tornou a essência do seu futuro político, o ex-governador enfrenta dificuldades na sua relação com o PSB, principalmente por causa da permanência no partido do senador Roberto Rocha, que mantém de pé o seu projeto de ser candidato a governador, com o qual não concorda. José Reinaldo também não tem recebido apoio do Palácio dos Leões para levar em frente a sua candidatura, obrigando-se a fazer uma pregação solitária em busca de apoio.

Nem tudo, porém, é problema para José Reinaldo. Nos últimos dias, ele tem recebido inúmeras manifestações de apoio, entre elas a do prefeito de Tuntum e presidente da Famem, Cleomar Tema Cunha, que anunciou uma grande festa política na sua cidade, no dia 6 de maio, para lançar a candidatura do ex-governador à Câmara Alta. Ao mesmo tempo, pesquisas de opinião têm apontado o ex-governador como um dos nomes viáveis para essa disputa, que reúne vários nomes de peso da política estadual: Sarney Filho (PV), Weverton Rocha (PDT), Sebastião Madeira (PSDB), entre outros. Com a experiência e o prestígio político que acumulou, José Reinaldo terá de se desdobrar para vencer mais esse obstáculo. E pelo visto começou bem, ao afirmar que o processo será a oportunidade que terá para demonstrar o quanto é injusta a acusação.

0 Comentários