Mandante da morte de Décio Sá é solto pela Justiça



Foi solto na manhã deste sábado, 26, o agiota Gláucio Alencar, acusado de ser o mandante do assassinato do jornalista e blogueiro Décio Sá. Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que cumpriu determinação do Supremo Tribunal de Justiça (STJ).

Gláucio Alencar foi beneficiado com uma decisão do ministro Ribeiro Dantas, que optou pela prisão domiciliar, com monitoramento eletrônico (tornozeleira), por julgar inadequada a aplicação do regime disciplinar diferenciado (isolamento), sem que o mesmo tenha cometido infração no sistema prisional.

O Governo ressaltou que no período em que esteve preso, Gláucio esteva separado de outros internos, devido às ameaças que recebia e a sua integridade física.

Décio Sá foi morto no dia 23 de abril de 2012, em um bar na Avenida Litorânea pelo pistoleiro Jonathan Silva, contratado por Gláucio. A morte foi encomendada depois de várias postagens publicadas pelo jornalista, denunciando um esquema de agiotagem com prefeituras do interior do Maranhão.

0 Comentários