Campomaiorense morre em troca de tiros com a polícia depois de assaltar carro forte



O homem identificado por Gustavo, conhecido por Guga, foi encontrado morto na manhã de ontem, sexta-feira (13/01) na zona rural do município de Petrolina-PE. Ele tinha marcas de tiros pelo corpo. Segundo a polícia, o homem é um dos criminosos que trocaram tiros com a polícia no final da tarde de quinta-feira, depois de um assalto a um carro forte da empresa de valores "Preserve". Segundo a polícia, o assalto aconteceu na rodovia BA-316, no município de Casa Nova, na região norte da Bahia, em um trecho que dá acesso a barragem de Sobradinho. Gustavo é natural de Pernabuco, mas estava erradicado em Campo Maior há alguns anos, onde estudou, trabalhou e constituiu família. Seu pai é comerciante em Campo Maior. Há cerca de um ano, Gustavo e a esposa se mudaram para a cidade de Rio Verde-GO.

Segundo amigos dele em Campo Maior, ouvidos pela reporatgem, na cidade goiana, o rapaz passou a ser evangélico e vendia Cds e também trabalhava como atendente em um supermercado. 

O ASSALTO

Segundo a Rede Bahia, eram pelo menos seis homens, encapuzados e fortemente armados com pistolas, fuzis, e metralhadoras em uma caminhonete branca. Eles pararam o veículo, fizeram disparos e renderam os seguranças, que em seguida foram liberados e fugiram pelo mato. Para abrir o cofre do veículo, os bandidos usaram explosivos. Com impacto da explosão, o para-brisa parou a mais de 50 metros de distância.
Policiais do Rondas Especiais da Bahia (Rondesp) a elite operacional do estado; Grupo de Ações Táticas do Interior (GATI-BA); e Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (BEPI) de Petrolina foram acionados. Em uma comunidade conhecida como Riacho do Sobrado, município de Casa Nova, os policiais chegaram a trocar de tiros e os criminosos, que conseguiram continuar fuga sentido a Petrolina-PE em uma Frontier Branca, que foi encontrada queimada na manhã de ontem, sexta-feira (13/01) na zona rural de Petrolina.

CORPOS

Também na manhã de ontem, na mesma região da zona rural de Petrolina-PE, foram encontrados dois corpos de dois homens. Um dos homens foi identificado por José Carlos Amorim, 30 anos, natural de Petrolina, mas morava em Goiás. Ele usava colete a prova de bala e a polícia acredita que fosse um dos criminosos do assalto ao carro forte. O homem já tinha passagem na polícia por tráfico de drogas aqui no Estado do Piauí. A polícia disse que ele foi jogado no local, tendo sido morto em outro lugar.

O outro corpo encontrado com tiros, também na mesma região, é de Guga. 


SUSPEITO DE PARTICIPAÇÃO NA EXPLOSÃO DA CAIXA ECONÔMICA DE CAMPO MAIOR

Gustavo chegou a ser preso pela polícia durante as investigações sobre a explosão da agência da Caixa Econômica de Campo Maior, ocorrida na madrugada do dia 20 de agosto de 2013. Na época, o bando instalou explosivos na agência e detonou os caixas eletrônicos. Eles chegaram a atirar contra um vigilante que trabalhava em uma loja e foi ver o que tinha ocorrido.

No ano passado, a polícia prendeu Felipe de Lima Siqueira (foto ao lado), que também seria um dos criminosos da explosão. Felipe foi preso depois de aparecer em um vídeo divulgado nas redes sociais onde aparecia em cenas obscenas com uma mulher durante numa prévia carnavalesca, em Teresina. Ele foi reconhecido pela inteligência da Polícia Civil do Estado como um dos participantes no assalto a agência da Caixa Econômica Federal de Campo Maior.

0 Comentários