Acidente violento com Corolla deixa um homem, uma mulher e um bebê feridos



Um homem, uma mulher e um bebê de dois meses ficaram feridos num grave acidente de trânsito que ocorreu no início da noite desta segunda-feira (19), na Avenida Miguel Rosa. De acordo com a equipe do Corpo de Bombeiros que realizou o resgate, aparentemente nenhuma das três vítimas corria risco de morte.

Por volta das 18 horas, um veículo modelo Corolla trafegou por diversas vias da zona norte e do centro da capital em altíssima velocidade, invadiu sinais vermelhos e colocou em risco a vida de dezenas de pedestres, motociclistas e de pessoas que estavam em outros veículos. O carro teria percorrido mais de 1 km com velocidade muito acima da permitida para os trechos por onde passou. 

A atitude inconsequente do motorista só teve fim quando ele colidiu o Corolla contra uma loja que vende peças de automóveis, na Avenida Miguel Rosa, depois de ter passado por cima do passeio central da via, próximo ao cruzamento com a Rua Rui Barbosa. Antes disso, o veículo em alta velocidade ainda colidiu com uma motocicleta, com outros dois carros e derrubou um semáforo. 

O último veículo atingido pelo Corolla foi um Renault Sandero que trafegava pela Alameda Parnaíba e foi impactado no momento em que passava pelo cruzamento com a Rua Rui Barbosa, em frente ao Instituto de Educação Antonino Freire. 

O motorista do Corolla invadiu o sinal vermelho, bateu na traseira do outro veículo e na estrutura de metal que dava suporte a um dos semáforos do cruzamento (foto ao lado). No Sandero estavam apenas o motorista e sua filha, uma menina de 11 anos - nenhum dos dois se feriu.

Alguns metros à frente, o Corolla passou por cima do passeio e invadiu a loja de autopeças, que já estava fechada. O impacto provocou um estrondo que pôde ser ouvido a centenas de metros.

Segundo testemunhas, diversas pessoas estavam na calçada, próximo ao local onde o Corolla colidiu, mas ninguém foi atingido. 

A mulher e o bebê foram os primeiros a serem socorridos. Em seguida, os bombeiros precisaram abrir as ferragens do carro para retirar o motorista. Nenhum dos três estavam desacordados no momento do resgate.

Dentro do carro, havia uma cadeirinha própria para transportar bebês, mas os bombeiros não souberam informar se a criança estava no equipamento de segurança ou no colo da mulher.

Hipóteses para o acidente

Ainda não se sabe ao certo o que teria levado o condutor do Corolla a trafegar de forma irresponsável. Algumas pessoas que estavam no local do acidente disseram que o motorista estaria com depressão e teria, propositadamente, conduzido o veículo com velocidade muito acima da permitida, com o objetivo de provocar um acidente que resultasse na sua morte, da sua esposa e do seu filho de poucos meses. 

Outra hipótese levantada é que ele estaria tentando escapar de um flagrante de acidente, depois de ter atropelado um motociclista na zona norte. 

Estado de saúde das vítimas

Segundo a assessoria de imprensa do Hospital de Urgência de Teresina Professor Zenon Rocha, por volta das 20h30 o bebê já havia sido atendido, medicado e seu quadro de saúde era estável.

A assessoria não soube informar o estado de saúde do homem e da mulher que também ficaram feridos no acidente.

0 Comentários